Ministério da Agricultura: Macron mostra desconhecimento sobre processo de cultivo da soja

Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin
Share on whatsapp

Em nota divulgada nesta quarta-feira, 13, o ministério disse que a declaração do presidente francês “mostra completo desconhecimento sobre o processo de cultivo do produto importado pelos franceses e leva desinformação a seus compatriotas”.

O ministério ainda completa dizendo que “o Brasil é o maior produtor e exportador de soja do mundo, abastecendo mais de 50 países com grãos, farelo e óleo. Detém domínio tecnológico para dobrar a atual produção com sustentabilidade, seja em áreas já utilizadas, seja recuperando pastagens degradadas, não necessitando de novas áreas. Toda a produção nacional tem controle de origem. A soja brasileira, portanto, não exporta desmatamento”, diz a nota.

O pronunciamento de Macron repercutiu entre diversas entidades do setor produtivo. A Frente Parlamentar da Agropecuária rebateu as críticas do chefe de estado. O mesmo fez a Embrapa, que falou da dependência dos franceses em relação à soja brasileira. A polêmica chegou ao Palácio do Planalto, com o vice-presidente da república, Hamilton Mourão criticando a postura de Macron.